Projeto Presença 2018



O Projeto Presença é mais uma iniciativa do Governo Federal para manter as crianças e adolescentes na escola, as famílias beneficiadas com qualquer programa do Governo Federal precisam se preocupar com a frequência escolar para garantir o seu benefício social.

Esse quesito é um dos condicionantes mais importantes para manter o benefício, portanto cada família tem o dever de manter as crianças e adolescentes ativos na escola para garantir a eles o acesso à educação.

Na realidade não basta apenas estar matriculado na escola, a criança com idade de 6 a 15 anos precisa cumprir a frequência mínima de 85%.

Projeto Presença

Projeto Presença

O que é o Projeto Presença?

Em 2006 o sistema presença foi implantado para controlar a frequência de crianças e adolescentes a rede de ensino, o projeto presença surgiu com o objetivo de reduzir a evasão escolar de todos os estudantes participantes do programa Bolsa Família, a tecnologia tem ajudado bastante a traça gestão e implantar sistema de melhoria a educação.

Hoje os participantes do programa bolsa família precisam cumprir frequência escolar de no mínimo 85% para garantir participação no programa.

Para quem não possui alguma condição para estudar, existe o program Bolsa Escola, que pode lhe auxiliar, confira mais sobre e não deixe de estudar e fazer um futuro melhor.

O que é projeto presença

O que é projeto presença

Benefícios do Projeto Presença

Manter a frequência garante inúmeros benefícios ao programa, confira:

  • Ação para diminuir a evasão escolar;
  • Combate à pobreza, melhorando o acesso à educação;
  • Enfatizar a importância da educação;
  • Alertar e assegurar que o direito da criança não seja violado.
Benefícios do projeto presença 2018

Benefícios do projeto presença 2018

Como Funciona o Projeto Presença?

O projeto presença funciona em 4 perfis diferentes, sendo eles como operador de escola do PBF na educação, Coordenador Municipal de grandes prefeituras, coordenador municipal do PBF na educação e coordenador estadual do PBF na educação.

Na realidade cada um deles tem grande responsabilidade no sistema presença, o operador escolar é quem lança a presença do aluno e também faz a convocação da assistência social quando necessário.

Eles também são responsáveis em emitir relatórios justificando a ausência dos alunos. O Coordenador Municipal do PBF tem o papel de acompanhar os jovens e adolescentes na escola, o mesmo não somente cadastra os operadores, mais também os torna multiplicadores, pois ele é responsável em dar os treinamentos.

O coordenador estadual e municipal acompanha toda a frequência escolar dos alunos, checando constantemente todos os índices, para garantir que o benefício seja contemplado somente as famílias que atendem todos os requisitos de participação do programa podem participar.

Vale ressaltar que o principal objetivo do programa é acabar com o grande índice de evasão nas escolas, permitindo assim que essas crianças, jovens e adolescentes permaneçam estudando em busca de conhecimento pessoal e profissional de um futuro melhor.

A presença do aluno é acompanhada pela a instituição de ensino em todo o trajeto acadêmico do mesmo, caso o aluno não compareça na escola, a mesma procura saber o ocorrido, em alguns casos o conselho do tutelar entra no círculo para decidir o que é melhor para o jovem.

Além de garantir os programas sociais que você já recebe, o programa se preocupa em qualificar como cidadão as crianças e adolescentes que estudam em rede de ensino público do Brasil, o projeto visa acabar os grandes índices de crianças e adolescentes fora das escolas.





Avalie:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

CONTINUE LENDO

Deixe seu comentário!

Os comentários estão desativados.